Siga-nos nas redes sociais

copelmi.logo.1.png

ESCRITÓRIO EM PORTO ALEGRE/RS:

Largo Visconde do Cairú, 12 (3º andar)

  • Facebook - Círculo Branco

@ 2019 PROJETO MINA GUAÍBA. Todos os direitos reservados.

Responsabilidade Ambiental

A COPELMI segue um planejamento e rotinas importantes para viabilizar a recuperação ambiental. O planejamento conta com processos e práticas previstos já na fase de pesquisa e operações de lavra. 

O CERTIFICADO ABNT NBR ISO 14.001:2015

A COPELMI Mineração Ltda possui certificação desde 2008 que garante o compromisso com um Sistema de Gestão Ambiental em conformidade com os requisitos da norma ISO 14.001: 2015 para o gerenciamento dos aspectos ambientais associados às atividades de:

– Mineração, beneficiamento, blendagem, armazenagem e movimentação de carvão mineral.

– Lavagem e classificação de areia proveniente da mineração de carvão.

– Operação portuária para carga e descarga de carvão mineral.

– Recuperação ambiental de áreas mineradas.

O SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

O interesse em mudar a postura para melhor gerenciar os recursos naturais surgiu ainda na década de 70, na conscientização de seu esgotamento futuro. A partir deste cenário, a defesa do meio ambiente deixou de ser assunto exclusivo de ecologistas e cientistas e o conceito de desenvolvimento sustentável adquiriu maior importância. A constante pressão dos organismos internacionais, dos meios de comunicação e da sociedade civil organizada, somada à necessidade de atender às exigências da legislação e às novas regras do mercado internacional, fez com que as empresas adotassem novas estratégias de desempenho ambiental. A certificação ABNT NBR ISO 14.001 chancela o compromisso ambiental da COPELMI Mineração.

 

 

Em 2008, a COPELMI teve o seu Sistema de Gestão Ambiental (SGA) certificado através do atendimento dos requisitos da ABNT NBR ISO 14.001, que tem o objetivo de ampliar o trabalho de conscientização, promovendo uma mudança na postura da empresa. Em 2018, foi certificada na versão 2015 da ISO 14.001, estruturando os seus processos na busca da prevenção da poluição e na possibilidade de resposta às mudanças das condições ambientais em equilíbrio com as necessidades socioeconômicas, visando o alcance dos resultados pretendidos e definidos para o SGA. Essas práticas têm o compromisso de zelar pela proteção do meio ambiente, pelo atendimento aos requisitos legais, pelo desempenho ambiental, considerando as questões internas e externas e as necessidades e expectativas das partes interessadas.

Mina do Cerro (2018)

Mina do Recreio (2019)

RECUPERAÇÃO AMBIENTAL

A COPELMI segue um planejamento e rotinas importantes para viabilizar a recuperação ambiental. O planejamento conta com processos e práticas previstos já na fase de pesquisa e operações de lavras. As áreas já mineradas são recuperadas por meio de algumas práticas: 

– Recomposição topográfica: obtida pelo preenchimento controlado das cavas com material extraído no corte em operação. Nesta etapa, é respeitada a ordenação das camadas originais, com a colocação das rochas (siltitos) na porção mais baixa do corte, sendo recobertas na sua porção intermediária por argila e na porção superior com solo vegetal.

– Recolocação de solo vegetal: em cada área a ser recuperada, é colocada uma camada de solo vegetal na superfície. Este material garante uma boa recuperação e passa por um rigoroso controle em termos de conservação e aproveitamento.

– Controle da erosão: é feito através de práticas mecânicas e culturais. O monitoramento da erosão é feito constantemente e, conforme a avaliação, são repetidos os procedimentos de contenção.

– Correção da qualidade dos solos: para melhorar as condições de fertilidade e de qualidade dos solos das áreas recuperadas, é feita a correção e adubação por meio de calagem e adubos orgânicos e minerais.

– Revegetação: a revegetação é a etapa de implantação de vegetação nova, efetivando a sua recuperação. A escolha das espécies vegetais adotadas é baseada nos resultados verificados anteriormente e pelos critérios de localização.

Para conhecer mais sobre o plano de fechamento e recuperação do Projeto Mina Guaíba, consulte o RIMA.

EIA RIMA do Projeto Mina Guaíba

A COPELMI Mineração desenvolveu um extenso trabalho técnico de geologia e engenharia para o Projeto Mina Guaíba. A pesquisa utilizou tecnologias avançadas que garantem segurança, eficiência e sustentabilidade ao projeto. Foi realizado um detalhado Estudo de Impacto Ambiental, envolvendo cerca de 100 profissionais de diversas especialidades. O estudo originou informações valiosas a partir das análises que autenticaram a viabilidade ambiental do empreendimento e encontram-se disponíveis para consulta da população no site da empresa, no link deste site, na página do Facebook do Projeto Mina Guaíba e no site da FEPAM. Além disso, para estar acessível aos cidadãos da região onde será instalado o projeto, a Copelmi disponibilizou, junto às prefeituras de Eldorado do Sul e Charqueadas, computadores para consulta dos documentos. 

Mina do Butiá Leste (2017)